sábado, 18 de dezembro de 2010

Reencontrando a Felicidade


" Rabbit Hole", de John Cameron Mitchell (2010)

Poderoso drama, baseado em uma peça de teatro homônima, ganhadora do prêmio Pullitzer.
Nicole Kidman é Becca, casada com Howie (Aaron Eckhart), perderam o filho de 4 anos, a 8 meses, em um atropelamento em frente a casa deles. O filme começa 8 meses depois, e mostra a destruição lenta e maciça da relação do casal, a medida que Becca vai se desfazendo dos pertences da criança, contra a vontade do marido, que ainda quer ver esses objetos perambulando pela casa. Tudo em volta lembra o filho deles: a irmã caçula de becca, desajustada, está grávida; sua mãe vive comparando a morte de Danny à morte de seu filho (irmão de becca), por overdose; o casal frequenta um grupo de auto-ajuda para pais que perderam seus filhos; o amigo do trabalho de Howie vive falando da vida failiar; e para piorar, Becca acidentalmente cruza seu caminho com Jason, o jovem que matou seu filho no acidente de transito.
Dirigido por John Cameron Mitchell, diretor dos controvertidos "Hedwig" e " Shortbus", aqui ele exercita seus dotes na direção em um drama intimista, extremamente bem interpretado, e com um clima de muita sensibilidade, sem apelar a melodrama, mas nas emoçoes contidas de seus personagens.
A trilha sonora é mágica, envolvente. A fotografia e a edição são competentes, trazendo momentos de extrema beleza no visual.
O elenco está impecável: Nicole Kidman e Aaron Eckhart têem vários momentos antológicos, daqueles de se fazer pequenos videos para mostrar na noite do Oscar. Diane Wiest, como a mãe de Becca, está perfeita, simpatica como sempre, e humana. Sandra Oh, atriz chinesa de quem sou muito fã, está correta, e o destaque vai para Miles Teller, no papel do adolescente Jason, contido no seu sofrimento de culpa.
O filme, brilhante, discute a questão da culpa e do perdão, de uma forma muito honesta e bela. Me lembrou bastante o filme dos irmaos Dardenne nesse sentido, " O filho", que tem um mote bastante semelhante.
Para quem curte dramas bem escritos e narrados, essa é a pedida certa. Produzido por Nicole Kidman, o filme concorre ao Globo de Ouro de melhor atriz em 2011.

Nota: 9

Nenhum comentário:

Postar um comentário