quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Voyage of time : Life's journey

"Voyage of time: Life's journey", de Terrence Malick (2016) Em 2003, o fotógrafo Paul Atkins, especializado em imagens da natureza, fez um registro da erupção do vulcão no Hawaii. A partir daí, a gênese de "Voyage of time" foi desenvolvida. Terrence Malick expõe com todo o seu existencialismo e metafísica, o sue ponto de vista sobre a criação do Universo e os caminhos que a humanidade tem seguido, divergindo da plenitude da mãe natureza. O filme parece ser uma versão estendida de 90 minutos do segmento de "A árvore da vida", quando o filme para a sua parte ficciional para contar a criação do universo e a vida dos dinossauros na Terra. Aqui em "Voyage" também temos os dinossauros, e essa parte sôa bastante repetitiva em relação a "Árvore da vida". O que é interessante para a nova geração assistir ao filme, é saber que em 1982, o cineasta e documentarista Godfrey Reggio realizou "Koyaanisqatsi", um filme que mostra através de imagens sublimes da natureza e da sociedade em decomposição, a plenitude da existência na terra. Os 2 filmes se dialogam bastante. É um verdadeiro primor de cinematografia que as lentes de Paul Atkins realizam nesse filme: e mais, tem horas que a gente acha que quem fotografou foi Emanuell Lubezky, fotógrafo habitueé dos filmes de Malick. Para quem curte um documentário no estilo da National geographic mas com aquele olhar etéreo e sublime, essa é uma grande pedida. Dá para ficar horas absorto diante de tanta beleza das locações e da natureza, que me fez o tempo todo me perguntar como foi que filmaram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário