quinta-feira, 20 de outubro de 2016

A nona vida de Louis Drax

"The 9th Life of Louis Drax ", de Alexandre Aja (2016) O cineasta francês Alexandre Aja fez tanto sucesso com o terror "Alta tensão", de 2003, que Hollywood logo o importou. Ele refilmou "A viagem maldita", um de seus melhores filmes, mas também dirigiu péssimos filmes, como "Piranha 3D"e "Amaldiçoados", com Daniel Redcliff de chifres de demônio. Em "A nona vida de Louis Drax", Alexandre Aja faz uma adaptação do livro de mesmo nome, e como referências cinematográficas, busca elementos em 'Um corpo que cai" e "Labirinto do fauno". Desse último, ele busca o lúdico e o recurso de se reportar aos sonhos para fugir da realidade, acompanhado de seres fantásticos. Do primeiro, ele pega referências visuais e a eterna figura do cinema noir, a "Femme fatale". O roteiro tem ótima premissa: um menino, ao completar 9 anos, começa o filme fazendo relatos de 8 vezes que ele quase morreu durante sua vida. Sua mãe diz que ele só tem mais uma, como os gatos. Um acidente ocorre e Louis cai de um precipício, e entra em coma. Quem cuida dele no hospital é o Dr Pascal ( Jamie Dornan, de "Cinquenta tons de cinza"). A mãe de Louis, Natalie ( Sarah Gadon, do excelente "Indignação") acua o pai de Louis, Peter (Aaron Paul, de "Breaking bad") , que está foragido. Cabe ao Dr Pascal, que quando criança era sonâmbulo, entrar entrar na mente de Louis e decifrar o mistério. Uma pena que esse mistério eu solucionei totalmente nos primeiros 10 minutos da trama. Uma pena que Alexandre Aja não tenha tido discreção e sutilezas o suficiente para manter o mistério até o fim, com a resolução da trama. Tudo ficou extremamente óbvio, e isso não é culpa dos atores, e sim, do roteiro e da direção. Uma pena, pois o filme tem material o suficiente para tornar a atmosfera e o clima de mistério sufocantes até o seu final. A trama é bem instigante e trabalha com o sobrenatural. Os efeitos visuais também pecam pelo exagero. Vale pela aparição relâmpago para quem for fã de Barbara Hershey, quase irreconhecível por conta da idade e plásticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário