terça-feira, 13 de dezembro de 2016

O monstro

"The monster", de Bryan Bertino (2016) Filme de terror americano de baixo orçamento, narra o drama de uma mãe jovem alcoólatra e sua filha que sofrem um acidente na estrada deserta após atropelarem um lobo. Elas estavam a caminho da casa do ex-marido da mulher, para deixar a filha lá. Porém, no acidente, que ocorre de noite em meio a um temporal, elas descobrem que existe um monstro que habita a floresta. E elas precisam tentar sobreviver antes que o monstro as ataque. O filme demora mais da metade de sua duração para apresentar o monstro para a platéia. Até então, acompanhamos o drama da mãe e filha, que vivem às turras. Em meio a flashbacks, vemos o descontrole da mãe, as brigas com o ex-marido e a filha testemunhando todas as pequenas tragédias familiares. O filme tem um lance curioso: por conta da voz off da jovem Lizzy, que interpreta a filha, o filme ganha um ar de metáfora: é como se todo o percalço que elas passam com o monstro, fosse uma alegoria do crescimento da jovem, em sua passagem para o mundo dos adultos, e também uma forma de punir os maus hábitos da mãe. Para um filme de baixo orçamento, o filme quebra o galho, mas em determinado momento dá para perceber que havia um ator vestindo a "fantasia" do monstro. Fui checar no Imdb e confirmei que existia um ator no elenco para o personagem do monstro. O roteiro tem um monte de solução rasteira e decisões ridículas dos personagens, principalmente da dupla de enfermeiros que surgem em certo momento. Para quem fôr muito exigente, melhor nem assistir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário