quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Ninguém é de ninguém...por mais de dois anos

"Ninguém ama ninguém...por mais de dois anos", de Clovis Mello (2015) Longa de estréia do Diretor de publicidade Clovis Mello, "Ninguém ama ninguém.."reúne 5 contos de Nelson Rodrigues, todos tendo como tema a infidelidade, em sua grande parte, feminina. Adaptar Nelson Rodrigues nos dias de hoje torna-se sempre um perigo, podendo correr risco do público feminino não se identificar com a imagem da mulher objeto e infiel. Fora isso, boa parte das mulheres também são maquiávelicas, não tendo o mínimo pudor de trair os maridos, retratados como machos bobões e amantes incautos. Mas esse é o universo de Nelson, que para a época que foi escrito era visto como libertário. O elenco é composto por um elenco numeroso, entre famosos e outros advindos do universo do Teatro, em uma bem-vinda mistura. Esse é o ponto alto do filme, além da parte técnica: fotografia, figurino, direção de arte e maquiagem de alto nível. O filme em si é um belo passatempo, prejudicado pelo excesso de histórias e personagens. Alguns contos são ótimos e teria sido mais instigante se tivessem sido mais explorados, como a de Pedro Bricio e Gabriela Duarte, e Branca Messina e Antonio Fragoso. Acabam virando flashes, em uma estrutura narrativa onde todas as histórias se misturam. De qualquer forma, foi uma pena que o filme não tivesse melhor sorte no circuito comercial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário