segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Fulboy

"Fulboy", de Marco Farina (2015) Os cineastas argentinos Marco Farina e Marco Berger são dois grandes expoentes do cinema lgbts em seu País. Marco Berger produziu esse documentário, dirigido e escrito por Marco Farina. Antes de ser cineasta, Farina tinha o sonho de ser jogador de futebol. Acabou desistindo, mas seu irmão Thomas Farina seguiu a profissão. Marcos Farina resolveu pegar uma câmera e acompanhar o seu irmão no dia a dia do treinamento para as partidas. Marco grava a rotina dos treinamentos, da vida social de cada um dos jogadores, perguntando a eles os seus sonhos e ambições. Mas o verdadeiro foco aqui no documentário são os corpos masculinos: tomando banho, close sem pés, braços, peitorais. O filme é um verdadeiro deleite para quem tem fetiche pelos jogadores de futebol. Tudo no filme inspira desejo pelas lentes do diretor, na maioria das vezes de forma exageradamente pervertida. Os depoimentos em si não são nada reveladores. Mas quem conhece os filmes da dupla sabe o que irá encontrar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário