sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Pegando fogo

"Burnt", de John Wells (2015) Vendido como comédia, "Pegando fogo" na verdade é um drama que de humor não tem absolutamente nada. Talvez a maior curiosidade do seja que o fotógrafo brasileiro Adriano Goldman foi quem iluminou o filme. O filme narra a história de Adam ( Bradley Cooper), um Chfe de cozinha que quando comandou um restaurante em Paris recebeu 2 estrelas do Michelin. Mas o seu envolvimento com drogas e o temepramento explosivo botaram tudo a perder. Anos depois, ele vai para Londres tentando se reabilitar. Adam, sem grana, convoca vários ex-chefes de cozinha e assistentes para juntos, comandarem a cozinha de Tony ( Daniel Bruhl), ex chef e agora dono de um Hotel que possui um restaurante refinado. Uma das cabeças do time de Adam é Helena ( Sienna Miller), mãe solteira. Tem também Michel (Omar Sy) e Max ( o italiano Riccardo Scamarcio), além de outros menos conhecidos. Emma Thompson interpreta uma terapeuta que auxilia Adam no tratamento com as drogas e Alicia Vikander é Anne, uma ex-namorada também viciada em drogas de Adam. A luta de Adam, além de lidar com seu temperamento, é conseguir as 3 estrelas do Michelin. O filme tinha tudo para repetir o sucesso do simpático "Chef", de John Favreau. Tem boa direção, belas cenas de preparação de comida. Mas o que o derruba é a total antipatia do personagem de Adam. Nossa chega um momento do filme que você fica muito irritado com ele, por conta do bullying que ele pratica com seus colegas e a sua falta de carisma. Ele grita, dá ataque. Difícil simpatizar com um personagem assim, mesmo que Bradley Cooper se esforce ao máximo. Fora isso, boa parte do elenco está muito mal aproveitado. Fora Sienna Miller e Daniel Bruhl que estão presentes em boa parte do filme, os outros citados praticamente fazem participações de luxo, que somados, não dariam 10 minutos de filme. Interessante que um merchandising escancarado do Burguer King é incorporado à história e não fica gritante como nos filmes nacionais, onde quase todo product placement sôa forçado. Um fato curioso também é que Bradley Cooper e Sienna Miller haviam acabado de trabalhar juntos num set em 'Sniper americano", de Clint Eastwood, antes de filmarem esse "Pegando fogo". Nota: 6

Nenhum comentário:

Postar um comentário