sábado, 9 de janeiro de 2016

Onde fica a casa de meu amigo

"Khane-ye doust kodjast?", de Abbas Kiarostami (1987) Dirigido e escrito por Abbas Kiarostami, um dos maiores cineastas iranianos em atividade, "Onde fica a casa de meu amigo"é de 1987 e faz parte da trilogia Koker, iniciada por esse filme. Koker é uma região do interior do Irã, aonde acontece a história do pequeno Ahmed, um menino de 8 anos, estudioso e dedicado à sua família. Um dia , na escola, ele testemunha o professor ameaçando um aluno, Nematzadeh, que mora em um vilarejo distante, que se ele esquecer o caderno da próxima vez será expulso. Chegando em sua casa, Ahmed vê que trouxe o caderno do amigo por engano, e com medo das ameaças do professor, resolve ir procurar o amigo no outro vilarejo, mesmo contra a vontade de sua mãe. O filme é uma bela parábola sobre a inocência das crianças versus a intransigência dos adultos, desprovidos de amor e vivendo de amargura e falta de amor ao próximo. O pequeno Ahmed simboliza a compreensão, algo que os adultos que passam pelo caminho de Ahmed ignoram, dificultando sempre que podem a busca pelo amigo. Kiarostami exercita na narrativa um olhar documental. Trabalha com não atores e seus planos, longos, dão a impressão às vezes de deixar a câmera ligada e ver o que acontece. Os personagens são curiosos, a locação, extremamente pobre, imprime um olhar lúdico. Kiarostami extrai poesia através desse olha da criança sobre tudo o que está ao seu redor. As crianças do filme são ótimas, espontâneas, e o grande carisma de Babek Ahmed Poor, no papel de Ahmed, é um grande presente para o espectador. O seu olhar sempre assustado é uma grande arma para seduzir e encantar a qualquer um. Várias cenas antológicas, entre elas, a de Ahmed estudando e vendo sua mãe recolhendo as roupas do varal no meio de uma ventania. Nota: 8

Um comentário: