quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Experimentos

Experimenter", de Michael Almereyda (2015) Cinebiografia do psicólogo Stanley Milgram, famoso pelas experiências que ele praticava com voluntários nos anos 60 para provar que indivíduos coagidos para provocar atos de maldade acabavam cumprindo as obrigações que lhes eram demandadas. O experimento era uma forma de Milgram tentar explicar porque pessoas comuns praticavam atrocidades durante o regime nazista. Os voluntários ficavam em uma cabine e uma outra pessoa (na verdade um ator em comum num acordo com o pesquisador Milgram) era obrigado a responder perguntas. A cada resposta errada, o entrevistador voluntário dava descargas elétricas na outra pessoa. Essa pesquisa deu origem ao livro "Obediência à autoridade", que provoca até hoje polêmica E controvérsia entre psicólogos e pesquisadores. O filme fala também sobre outros experimentos ( inclusive o " Seis graus de separação" , que diz que seis pessoas conectadas são capazes de conhecerem milhões de pessoas ao redor do mundo) e a relação de Milgram com sua esposa Sasha. Peter Sasgaard e Winona Ryder interpretam Milgram e Sacha de forma correta. Winona já está uma mulher madura e Saasgard em determinado momento é prejudicado por uma barba pavorosa. A direção de Almereyda é ousada pois investe em cenários falsos, aplicados atrás dos atores ( não sei se foi um recurso meramente estilístico ou usado para baratear os custos). Ficou estranho é antiquado. Milgram fala para a câmera, em papo direto com o espectador. É um filme complexo, não é um passatempo. Para os que curtem filmes adultos. Nota: 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário