sexta-feira, 15 de maio de 2015

Projeto Almanaque

"Project Almanac", de Dean Israelite (2014) Michael Bay, o Cineasta e Produtor de vários filmes catástrofes ( "Armageddon", "Pearl Harbor") apostou suas fichas em um Cineasta iniciante e juntos, fizeram uma espécie de "De volta para o Futuro" em versão Nerd cibernético. Celulares são usados para fazerem o "registro" do filme e contar a sua história. Sim, é um filme "Found footage", um gênero já extremamente gasto e com certeza, o principal responsável pelo fracasso comercial desse film. Ninguém aguenta mais assistir a um filme visto pelo ponto de vista de uma câmera o tempo todo. Em primeiro lugar, porquê no filme, sôa extremamente falso. Jamais que alguém ficaria filmando situações tão sem interesse assim. Aliás, as baterias dos aparelhos nunca acabam. O filme pega carona em alguns filmes de sucesso recentes, como o filme de ação " Poder sem limites", sobre um bando de nerds que descobrem que possuem poderes de super heróis após entrarem em contato com material de outro planeta, e "Questão de tempo", romance inglês sobre viagem ao tempo. Em "Projeto Almanaque", David é um jovem cientista, cujo pai faleceu quando ele tinha 7 anos de idade. David tem um grupo de amigos, todos nerds, e vivem inventando coisas. Um dia, ao fuçarem nas cosias de seu pai, ele descobre um protótipo de maquina do tempo, que após finalizado, os faz viajarem no tempo. Claro, nerds querem ganhar em loterias, ficarem ricos e pegar as gatas da Universidade. Porém, ao mexerem no passado, eles provoca consequências no futuro, algo semelhante com o filme "Efeito borboleta". Como se vê, nada no filme é original. A garotada deve curtir porquê ele possui uma linguagem toda de youtube, ou seja, cenas curtas, frenéticas e descompassadas. O ritmo, porém, é lento, nem tem tanta ação assim e no final das contas, é um filme bem sem graça. O que é uma pena, pois com um roteiro melhor e sem essa de found footage, poderia ter sido um pequeno clássico dos adolescentes, assim como "Os Goonies". Nota: 4

Um comentário:

  1. Seu resumo é cruel e ignorante. O filme é excelente, mesmo não contendo "nada original". Ficou sensacional o found footage dentro do universo da ficção científica. Caso não tenha o feito, assista esse filme em sua língua original. Nem só do fracasso vive o homem. Não adianta retrucar, pois eu vim do futuro hahahaha

    ResponderExcluir