sexta-feira, 1 de maio de 2015

Marcados pela guerra

"Camp X Ray", de Peter Sattler (2014) Filme de estréia do cineasta Peter Sattler, também autor do roteiro. O filme narra a sensível história de uma amizade improvável entre um acusado de terrorismo, Ali ( o ator iraniano Peyman Moaadi , dos filmes "A separação" e "À procura de Elly", de Asghar Farhadi) e da soldado Cole ( Kristen Stewart). Cole se alista no exército para poder sair de sua vida entediada na Flórida. Logo após o atentado de 11 de setembro, ela é enviada até a base de Guantanamo, em Cuba, e na sua rotina, ela deve vigiar os acusados de terrorismo. Entre eles, está Ali. Em princípio arredia, Cole vai se deixando seduzir pela inteligência e amor à vida e as artes por parte de Ali. Ele se diz inocente, mas ninguém lhe dá atenção. Ao mesmo tempo, Cole precisa lidar com os maus tratos dados aos detentos (deve-se chamá-los de detentos, pois se chamar de prisioneiros, eles terão direito à Convenção de Genebra, que os protege). e também com o machismo existente entre os oficiais de alta patente que fazem pouco caso de Cole. O filme abusa de clichês ao falar de relacionamentos entre pessoas tão distintas ( como em "A vida dos outros'), mas o embate entre Kristen e Peyman é o que segura o filme. Bem dirigido e belamente fotografado, o filme tem como ponto contra a sua longa duração. Poderia ter facilmente meia hora a menos e diminuir os sub-plots. ( as histórias de outros oficiais). Kristen trilha o seu caminho para provar que é uma ótima atriz, já provado em filmes distintos como "Para sempre Alice", "Na estrada" e "Acima das nuvens", filme que lhe proporcionou o prêmio de melhor atriz coadjuvante no Bafta 2015, um prêmio ainda inédito para um Ator americano. É um drama correto, sensível e realizado com muita garra. Me lembrou o recente "118 dias" com Gael Garcia Bernal, pois ambos os filmes se passam quase que em sua totalidade nas dependências de uma prisão. Para quem busca um filme adulto e de forte carga dramática, essa é a pedida. O título do filme se refere a uma das instalações de Guantânamo, chamada de "Camp X Ray". O filme teve sua estréia em Sundance 2014. Nota: 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário