domingo, 16 de janeiro de 2011

Norberto apenas tarde


" Norberto apenas tarde/Norbert´s deadline", de Daniel Hendler (2010)

Filme dirigido pelo ator argentino Daniel Hendler, aqui em sua primeira experiência como Diretor, após atuar em quase todos os filmes do Cineasta Daniel Burman (Abraço partido, A lei da família, etc)
O drama, narrado em tons de tragicomédia, conta a história de Norberto, um cidadão pacato, que é demitido da Empresa Aérea no qual trabalhava.
Sem coragem de avisar à esposa e amigos sobre a sua demissão, ele esconde esse fato e aceita trabalhar em uma imobioária de imóveis, como corretor. Porém, a sua introversão o impede de executar a tarefa, e passa um bom tempo sem vender um único apartamento. Norberto vai contando aos poucos para a esposa o desejo de querer trabalhar em uma imobiliária, contra a vontade dela. Ele começa a ficar desesperado, pois está devendo aos amigos, para quem ele pede dinheiro emprestado, e a sua relação com todos fica completamente desgastada. Seu chefe o sugere a procurar um curso de auto-afirmação, e na sua busca, Norberto descobre um grupo de teatro alternativo, que vai montar a peça " A gaivota", de Tchekov. Ele começa a frequentar esse grupo, e se anima com o vigor e jovialidade dos outros alunos, dispostos a se dedicar ao mundo das artes . Norberto vai então levando com carinho e emoção esse universo mágico do teatro, enquanto o seu mundo pessoal vai se desmoronando.
Belo drama, dirigido com competência por Hendler, que tem como maior mérito a construção de um personagem extremamente carismático. Norberto é o tipo do cara que todo mundo adoraria ter como amigo. Boa praça, gentil, tranquilo. A atuação de Fernando Amaral é sensacional e a caracterização do personagem também, sempre vestido com o seu indefectível casaquinho cor de gelo, meio anos 80.
O ritmo se perde lá pro meio da projeção, quando se torna um tanto repetitivo. Mas nada que tire a simpatia do filme, que merece ser visto por se tratar de uma pequena parábola sobre uma pessoa que jamais perde a sua humanidade e que descobre já nos seus quase 40 anos um novo foco de interesse em sua vida, provando que nunca é tarde para começar algo.
Particularmente, sou apaixonado pelo cinema latino, principalmente o Argentino. E Daniel Hendler prova que não é apenas um excelente ator, e começa a trilhar um belo caminho como cineasta.
Nota: 8

2 comentários:

  1. Hum... tô esperando você postar um filme nota 10 pra eu ir assistir, hehe! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. ajiaijajiaa Lian..hahuahuhuhuaa

    ResponderExcluir