quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

A pequena morte

"The little death", de Josh Lawson (2014) O cineasta australiano Josh Lawson escreveu, dirigiu e protagonizou essa comédia de humor negro que tem como tema Sexo e fetiches. O filme é praticamente uma resposta aos "Ninfomaníacas 1 e 2", de Lars Von Triers. Josh Lawson junta no filme vários casais, todos com problemas sexuais. São várias histórias que se entrecruzam como em um filme de Robert Altman. Os fetiches são os mais loucos possíveis, e fico até na dúvida se eles existem: tem fetiche por ver alguém chorando, fetiche por ver alguém dormindo, fetiche por biscoitos, fetiche por estupros. O maior barato do filme é que o autor caga literalmente para o politicamente correto. Muitas cenas são insanas, fogem do padrão do que seria um bom comportamento. Estupros consentidos por uma esposa tarada, ou estupros sem que a outra parte saiba. Assim é esse filme, que faz rir, faz pensar em loucuras, mas peca pela repetição de suas idéias e pela falta de conclusão satisfatória em todas as histórias. No final, fica parecendo apenas brincadeiras sexuais de adultos tarados. Boa parte deles agindo como crianças retardadas. O elenco diverte e é o ponto alto do filme. Ah, o título "Pequena morte" é uma gíria que quer dizer "orgasmo". Falando em Altman, o filme até faz uma referência a um de seus filmes, "Short cut": a call-sex, quando vemos que a garota que atende do outro lado de voz sexy na verdade está em casa fazendo afazeres domésticos. Nota: 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário