sábado, 11 de fevereiro de 2017

Batman Lego: O flme

"The Lego Batman movie", de Chris Mackay (2017) Totalmente insano e esquizofrênico. E por isso, é muito bom. "Leo Batman: O filme" vai alem de qualquer sandice, e diverte justamente por se comprometer apenas em divertir os espectadores e aos apaixonados por Cinema. O filme junta todos os vilões da Warner Bros, não só os do universo da Dc Comics, mas também de filmes clássicos, como a Bruxa Má de Magico de Oz, Valdemort, Godzilla, Sauron ( de Senhor dos anéis", Dracula, King Kong, Gremlins, Sr Smith de "The Matrix", enfim, uma infinidade de personagens que fará a delicia de qualquer cinéfilo em tentar adivinhar quem são os personagens. Acho que é a maior concentração de personagens em um único filme que já vi. O filme parte da premissa de que Batman/Bruce Wayne é solitário e valoriza esse sentimento, uma vez que não consegue expressar com palavras ou gestos a gratidão para com os outros. O filme lida com 2 temas: Charada e os vilões querem dominar Gothan City. Paralelo, Dick Grayson (o futuro Robin), sonha em ser adotado por Bruce Wayne, e ai o filme discute a questão da família, de forma bastante comovente ( Alfred também faz parte desse núcleo emocionante). Aproveitando que estamos em tempos de patrulhamento, o filme também lida com o machismo de Batman, que não aceita ajuda de Barbara Gordon. As tiradas são sensacionais, principalmente quando falam da corda no piloto automático. Sim, com certeza o filme fará a delicia de fãs nostálgicos, pois sacaneia com todos os outros filmes de Batman, além do seriado cult dos anos 60. Outra maravilha é a trilha sonora, que vai de Michael Jackson a Rick Astley. O roteiro é genial, o ritmo absolutamente frenético e os diálogos, impiedosos. A dublagem original é outro elemento magico no filme: Michael Cera (Robin, hilario), Will Arnett (Antológico como Batman), Ralph Fiennes como Alfred e Rosario Dawson como Barbara Gordon estão fenomenais. De preferencia `a versão original.

Nenhum comentário:

Postar um comentário