segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

'71

"'71", de Yann Demange (2014) Brilhante exercício de Direção e de condução de cena, "'71" é um filme de drama. Ou melhor, um filme de guerra. Ou melhor, um filme de terror psicológico. Em 1971, um soldado britânico, Gary (Jack O'Connell, impecável), durante um evento onde seu grupamento se envolve com manifestação de populares e manifestantes do IRA na Irlanda do Norte, se separa deles e acaba sendo deixado para trás. A partir daí, ele procura se esconder e fugir da fúria dos irlandeses, que querem matá-lo a todo custo. Baseado na cidade de Belfast, ele encontra apoio de alguns moradores que por sua vez, sofrem represálias dos colegas do IRA. Um filme complexo na sua questão humanitária, uma vez que vemos os dois lados de uma moeda: o conflito entre Reino Unido e Irlanda do Norte nos anos 70. Através do personagem Gary ( na proposta, semelhante ao personagem do filme de Agnieska Holland, "Filhos da guerra". onde um jovem judeu se fazia passar por alemão) , testemunhamos os horrores e a tensão absurda sofrida por parte da população que não tinha nada a ver com o conflito. Tudo no filme é de altíssima qualidade: a fotografia muito foda de Tat Radcliffe, acentuando as cores e a escuridão noturna, uma vez que o filme se passa durante uma noite. a trilha sonora sufocante a apavorante de David Holmes. O elenco inteiro está absurdamente incrível, e isso inclui a figuração, super participante. Um filme que merece ser visto por todos que se interessam por uma parte sangrenta da história inglesa, pelos que se interessam por um excelente filme bem narrado e para os que apreciam performances irretocáveis. Nota: 10

Nenhum comentário:

Postar um comentário