domingo, 12 de novembro de 2017

Loveless

"Loveless", de Andrey Zvyagintsev (2017) Co-escrito e dirigido pelo Cineasta russo Andrey Zvyagintsev ( mesmo realizador dos premiados "O retorno" e "Leviata"), o filme venceu vários prêmios internacionais, entre eles, o Grande Premio do Juri de Cannes 2017. O filme apresenta uma Russia totalmente desencantada, cinzenta, repleta de pessoas egoístas, egocêntricas e sem amor ao próximo. Reflexo do mundo moderno, as pessoas passam o dia todo curvadas olhando para o seu celular, tirando selfies e preocupadas com suas aparências. No meio desse Universo de desamor, somos apresentados ao casal Zhenia e Alexei. Eles estão se divorciando, e cada um já encontro seu novo par. Zhenia namora um homem mais velho, e Alexei namora uma mulher que já está grávida dele. Alyosha é o filho de 12 anos do casal. Indesejado, nem Zhenia nem Alexei querem ficar com ele, que inclusive testemunha a sua mãe dizendo que preferia que ele não tivesse nascido. Um dia, a diretora da escola liga para Zhenia e avisa que Alyosha não vai `a escola por 2 dias. Somente aí, o casal se dá conta do sumiço do garoto, e apreendem uma busca com a policia para descobrir o paradeiro do menino. "Loveless" ´é um filme cruel, e como o próprio titulo diz, não há espaço para amor, carinho ao próximo. Difícil não sair arrasado depois da projeção. Andrey Zvyagintsev. sempre foi pessimista em seus filmes, mas aqui ele vai a um grau máximo de ira contra o ser humano. Ninguém presta. Todas as relações amorosas são frutos da incomunicabilidade e da falta de esperança. O filme tem um ritmo lento, uma longa duração, mas apresenta um excelente time de atores e uma direção segura de Andrey Zvyagintsev. O filme foi apresentado pela Russia como o seu representante para concorrer a uma vaga para o Oscar.

Um comentário:

  1. Acabei de ver o filme o que aconteceu com o menino afinal?ñ entendi

    ResponderExcluir