quarta-feira, 5 de julho de 2017

Nas florestas da Sibéria

"Dans les forêts de Sibérie", de Safy Nebbou (2016) Imperdível para quem é apaixonado pela obra-prima de Sean Penn, "Na natureza selvagem". Adaptação cinematográfica do livro de Sylvain Tesson, um Diretor de documentário francês, que abandonou toda a vida na civilização e resolveu ir morar sozinho na região gelada da Sibéria por um período de 6 meses, em 2001. Sylvain Tesson estava querendo buscar um sentido para a sua vida, e a vida estressante da grande cidade o estava matando. O cineasta argelino Safy Nebbou, um entusiasta do livro, o procurou e pediu para realizar essa versão para o cinema, convidando o ator francês Raphaël Personnaz para personificar Sylvain nas telas. A fotografia e a locação na Sibéria são assombrosamente lindas, e só de ver as imagens já senti um frio absurdo. Fora isso, fiquei tentando imaginar como teria sido a filmagem com uma equipe reduzida, em situação extrema de frio.O filme é dividido em 2 partes: a primeira, quando Teddy (Alter ego de Sylvain) procura se habituar ao dia a dia solitário e gelado da Sibéria ( com uma hilária cena dele nadando pelado e sendo caçado por um urso) e a 2a parte, mostrando a sua convivência com o russo Aleksei, um procurado pela justiça que se refugiou nas montanhas e acabou salvando Teddy de morrer em uma nevasca. E' justamente nessa parte que o filme se aproxima do sue lado maus humano e comovente, e no final, fica difícil segurar umas lágrimas. Para apaixonados por filmes que falam sobre amor `a natureza, e para quem quer buscar um significado para as pequenas cosias da vida. Excelente performance dos 2 atores. ( o filme lembra também o recente drama de Juliette Binoche, "Ninguém deseja a noite", quando ela também precisa aprender a resolver as suas diferenças culturais com uma esquimó, presas numa nevasca).

Um comentário:

  1. Obrigada por compartilhar. Soube pelo teu post do filme, mas gostei muito do diário dele "Dans les forêts de Sibérie". A conferir esta releitura fílmica.
    Abraço
    Lúcia

    ResponderExcluir