sábado, 6 de agosto de 2016

Vida de balconista

"Vida de balconista", de Cavi Borges e Pedro Monteiro (2009) Comédia co-dirigida pelo produtor e diretor mais prolífico do cinema independente brasileiro, Cavi Borges. Esbanjando espontaneidade e humor, "Vida de balconista" se inspira na comédia de Kevin Smith, " O balconista", porém com um orçamento muito menor. Com dois mil reais cedido pela Oi e uma madrugada para rodar o filme com um numeroso time de atores que toparam participar do filme na base do amor, " Vida de balconista" teve que se adaptar tecnicamente para poder ser cumprido em agenda tão apertada. Usando apenas uma lente, a grande angular, que capta toda a cena como se fosse boca de cena de teatro, com raros closes e contra-planos, otimizou-se a quantidade de planos e assim foi possível filmar tudo em 10 horas. Descompromissado, e' nítida a grande empatia e a diversão com que o elenco se apresenta em cena. Todos parecem estar achando tudo muito divertido, e essa sensação gostosa acaba passando para a tela. O espectador desavisado pode estranhar a linguagem usada no filme, mas em tempos de YouTube ( o filme é de 2009) e' bem normal. Por não cortar em planos, as cenas são rodadas quase que em um único plano, favorecendo o improviso. Mateus Solano está muito carismático no papel principal, e a linguagem usada do personagem toda hora olhar para a câmera buscando interação com a plateia funciona bastante. No elenco cult, tem as ótimas participações de Karine Teles, Alamo Facó, Gregorio Duvivier, Miguel Thiré e Saulo Rodrigues. Para assistir com amigos e rir bastante, principalmente para a galera Cinefila. O filme foi todo rodado na locadora do próprio Cavi, a Cavideo, ponto de cinéfilos. Mateus Solano interpreta um balconista de locadora e passa o dia todo atendendo os tipos mais poucos de clientes. Seu sonho é ser um cineasta a lá Tarantino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário