quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Esquadrão suicida

"Suicide squad", de David Ayer (2016) Dirigido pelo cineasta de " Dias de treinamento", "Marcados pela morte" e "Coração de ferro", todos bons filmes, David Ayer recebeu a incumbência de escrever e dirigir um filme da Dc Comics com os personagens mais politicamente incorretos que existem. A expectativa sobre os anti-herói vilões do " Esquadrão suicida" era muita, principalmente entre a galera nerd. No entanto, assim que foi lançado, o filme foi massacrado pela crítica mundial. Eu saí do dia da estreia com a sala lotada e o que vi na sessão do cinema foi o público aplaudindo ensandencidamemte. Não me guio pela crítica, e achei interessante a reação da plateia, que pelo visto, aprovou a adaptação. Não sou aficcionado por quadrinhos e nunca havia sequer ouvido falar do " Esquadrão". O que achei? Achei o filme ok, assim como tantos filmes ok de super heróis, que servem como passatempo e encher nossos ouvidos de barulhos de explosões e afins. O roteiro tem problemas, o vilão não mete medo em ninguém e mais grave: são apresentados personagens demais na história e pouco tempo para desenvolver tanto sub-plot. Quanto aos personagens, obviamente o destaque vai para o casal Coringa e Arlequina ( Jared Leto e Margot Robbie). Will Smith, como o Pistoleiro até tenta, mas não consegue chamar os holofotes para si. É um filme sem alma: a gente assiste, assiste e no final não fica quase nada. Minto: fica a brilhante presença de Viola Davies em cena.

2 comentários:

  1. Não gostei. Disseram que o roteiro seria incomum para o gênero. Esperei em vão. Uma pena. Certeza vão investir na Arlequina, pois pelo menos aqui no Brasil ela fez sucesso.

    ResponderExcluir
  2. A maior preocupação no entanto fica por conta da romantização da relação de Coringa e Arlequina. É abusiva na pior versão possível. Quando ouvir alegarem que "ele pulou por ela", vale sempre lembrar que ele a convenceu de pular para começo de conversa. Na minha opinião, este foi um dos melhores filmes de ação que foi lançado. O ritmo de Esquadrão Suicida é bom e consegue nos prender desde o princípio Não tem dúvida de que Will Smith foi perfeito para o papel de protagonista.

    ResponderExcluir