segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Vendo ou alugo

de Betse de Paula (2013) Único filme brasileiro em toda sua história a ganhar 12 prêmios em um Festival, no caso o de Pernambuco de 2013, e consagrado pelo júri da crítica, pelo júri popular e pelo júri oficial do evento. Ganhou entre eles, filme, direção, roteiro, atriz (Marieta Severo), atriz e ator coadjuvante, montagem, trilha, etc. O filme narra o drama de uma familia de 4 gerações de mulheres, que tentam a 7 anos vender uma mansão decadente aonde moram em Copacabana, mas que se localiza na subida do morro do Chapéu mangueira, o que o desvaloriza. Cheias de dívidas, as mulheres se desdobram e se viram como podem. O filme acompanha um dia na vida dessas mulheres, às voltas com traficantes, policiais do Bope, um trio de idosas viciadas em jogatina. corretores malucos e gringos bizarros. O tom da comédia varia da ingenuidade, pastelão e um cotidiano divertido, típico dos filmes de David Neves dos anos 70 e80, que unia a carioquice, a picardia e o humor tipicamente brasileiro. Apesar de mexer em temas como uso de maconha, tráfico e ocupação dos morros, o filme é indicado para toda a família, pois não existe maldade: todos são gente boa. A moral da história é que a unificação entre asfalto e morro favorece o convívio mútuo e a união dos habitantes da cidade. Risadas ingênuas e verdadeiras, para quem busca um passatempo leve e gostoso como uma brisa na orla de Copacabana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário