sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Círculo de fogo

"Pacific rim", de Guillermo del Toro (2013) Antes de assistir ao filme, recomendo duas coisas fundamentais: 1o: esquecer seu cérebro em casa. 2o: Repetir mil vezes "Eu sou Nerd! Eu sou Nerd! Eu sou Nerd! Feito isso, você estará pronto para assistir ao filme, correndo sério risco de não gostar mesmo assim. Para quem não sabe: o filme de aventura narra a história de invasão de monstros ( Kaiju, na língua japonesa) que são tipo aqueles das séries "Power rangers", "Ultraman", "Jaspion" e etc. Esses monstros surgem por conta de uma fenda que se rompe e abre no fundo do Oceano pacífico. Para lutar contra esses Kaiju, o governo cria uma arma secreta, chamada Jaeger, que sao robôs controlados por 2 pilotos que literalmente vestem uma armadura de robô gigante e através do físico e mente, controlam o andróide. A luta decisiva se trava em Hong Kong, e a eles, se junta uma cientista-piloto, chamada Mako (Rinku Kikuchi). De todo o elenco, Kikuchi ( nomeada pro Oscar de coadjuvante por "Babel") é a única que confere alguma dignidade. Todos os outros afundam nas caricaturas de tipos exaltados, machistas, conflitantes, ou nerds. O mais curioso é perceber como as heroínas japonesas estão na moda nesse universo de quadrinhos e aventura: em "Wolverine", duas japonesas são heroínas e guerreiras. Outro elemento que remete a essa nostalgia é a referência à Liga da Justiça, mais precisamente os super-gêmeos. A junção desses dois pilotos me lembrou bastante as realizações dos gêmeos, que juntavam suas forças e se transformavam em algo ou liberavam poderes. Mas enfim: muito barulho, pouca visibilidade ( porquê a maioria das cenas são noturnas? A gente quase não vê nada! Eu quase nem consegui ver as caras dos monstros!!!) Um filme longo ( mais de 130 minutos), arrastado, chichezão do inicio ao fim ( sério que ninguém imaginou o sacrificio...) e coisas e tal. O final, pasmem, ainda me lembra a algum desfecho dos filmes de 007 ainda com Roger Moore. Para quem quer pipocão nessas condições, prato feito! Del Toro, tá devendo um filme à altura de "O Labirinto do Fauno", heim!!!!! E para de enfiar o Ron Pearlman em tudo!!!! Nota: 5

Nenhum comentário:

Postar um comentário