segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Um contratempo

"Contratiempoo", de Oriol Paulo (2016) Excelente suspense escrito e dirigido pelo espanhol Oriol Paulo. Uma trama diabólica, uma mistura de Hitchcock e Brian de Palma, com aquele maravilhoso desfecho em flashback onde tudo se revela. O brilhantismo do roteiro de Oriol Paulo impressiona, com requintes em mínimos detalhes, e com constantes reviravoltas na trama. Adrián Doria (Mario Casas) ´´um jovem e talentoso empresário. Casado e pai de uma filha, ele tem uma amante, Laura (Bárbara Lennie), fotografa. Em um encontro em um hotel, ela é assassinada e a culpa recai sobre Arrian. A promotora Virginia ( Ana Wagener) é contrata pelo advogado de Adrian para tentar resolver o seu caso. Para isso, ele precisa contar toda a historia por trás da relação de infidelidade do casal. Produção espanhola exibida pela Netflix, é um filme repleto de qualidades: no elenco, ótimo, na fotografia, na trilha sonora, e principalmente, no roteiro e na edição, que ajuda a construir uma trama repleta de quebra cabeça e que faz total sentido no final. A direção de Oriol Paulo brinca com o espectador. Vale assistir e se divertir por 2 horas, e com certeza, no final, você vai ficar com uma cara de idiota e pensar: "Caramba, estava bem diante de meus olhos"! E estava mesmo! Preste atenção em todos os detalhes. E sinceramente, vale rever o filme pela 2a vez, e observar como tudo foi pensado e estudado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário