domingo, 20 de agosto de 2017

Dearest

"Qin ai de", de Peter Chan (2014) Concorrendo no Festival de Veneza em 2014 na Seleção Oficial, "O mais querido" é um drama baseado em incrível história real. Vencedor de vários Prêmios Internacionais, o filme foi exibido também em Toronto e em Londres, 2 importantes Festivais. Em 2009, na cidade de Shenzen, na CHina, o pequeno Pengpeng, de 3 anos, filho de pais divorciados, é sequestrado. Os pais se deprimem, e tem suas vidas destruídas emocionalmente, mas nunca desistiram de procurar pelo filho. Com a ajuda de uma Associação de pais cujos filhos também foram sequestrados, eles encontram o filho 3 anos depois. Ele estava sob a guarda de uma fazendeira, na zona rural, chamada Li Hongqin. Sob a sua guarda, também está outra criança, uma menina, que é retirada e levada para um Orfanato. Surpreendentemente o filme dá uma guinada na história, e dessa vez, acompanhamos o drama da fazendeira para recuperar a guarda da menina. O filme tem plots e sub=plots excessivos, todos com arco dramáticos bem pesados. O filme é uma imensa choradeira de todos os lados, defendido com garra pelo elenco forte e poderoso. Longo, com 130 minutos de duração, o filme poderia ter meia hora a menos. Mas a história e a performance do elenco seguram a onda, garantindo ao espectador bom entretenimento. Esse é um filme que vale ser visto e discutido, pois ele apresenta vários temas morais que podem acirrar discussões acaloradas. Atenção para a performance das crianças, todas espontâneas e vibrantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário