domingo, 3 de junho de 2018

Ethel & Ernest

"Ethel & Ernest ", de Roger Mainwood (2016)( Raymond Briggs é um famoso desenhista inglês, autor de "The snowman" e outros desenhos da literatura juvenil. Raymond desenhou a graphic novel "Ethel & Ernest", onde ele resolveu homenagear os seus pais. Logo no prólogo, Raymond Briggs avisa que não há nada de extraordinário na vida de seus pais. Com essa informação, passamos a conhecer Ernest e Ethel. No ano de 1928, em Londres, Ernest, um entregador de leite da classe operária, cumprimenta Ethel, uma empregada doméstica que trabalha em uma casa de classe média alta. Um dia, ele resolve abordá-la e declarar seu amor. Ethel pede demissão e vai morar com ernest, passando a viver como dona de casa. Eles tem gostos distintos: ela é conservadora, ele é mais liberal e do partido dos trabalhadores. Aos 38 anos, dá à luz Raymond, mas é proibida pelo médico de voltar a engravidar. Os anos se passam, a 2a guerra muda a rotina da família. Finda a Guerra, Raymond deseja estudar Arte, apesar dos protestos do pai. Lindamente ilustrado, de ritmo lento mas contemplativo e bastante comovente, o filme, mesmo não tendo conflitos e reviravoltas, apresenta com muita delicadeza o dia a dia de pessoas comuns. Conhecer a rabugice da mãe que entrega um pente toda vez que o filho j[a crescido vem visitá-la, os ver os pais tomando conhecimento da união dos homossexuais e não tendo idéia do que isso queira dizer, nos fazem ficar apaixonados pelos personagens. Uma linda declaração de amor aos pais. Desfecho emocionante com as fotos reais de Ethel e Ernest.

Nenhum comentário:

Postar um comentário