segunda-feira, 21 de maio de 2018

Velociraptor

"Velociraptor", de Chucho E. Quintero (2014) Drama futurista Lgbts mexicano de baixo orçamento, "Velociraptor" se apropria da narrativa dos filmes de Richard Linklater, "Antes do amanhecer", para contar a história de 2 jovens às vésperas do Apocalipse que ira destruir o mundo. Alex é gay assumido. Seus pais o abandonaram, por conta do apocalipse. Sentindo-se sozinho, Alex procura seu melhor amigo, Diego, para passarem a tarde juntos perambulando pelas ruas e conversarem sobre intimidades. Diego é hetero. E por conta do fim do mundo iminente. Alex faz um pedido a Diego: que transe com ele. Mas Diego se mantém reticente, e questiona Alex sobre o porque dele se sentir atraído por homens. Realizado com pouco dinheiro, e se apropriando de uma forma realista para apresentar sua versão de fim do mundo, o Cineasta e roteirista Chucho E. Quintero acerta e erra em seu filme de estréia. Entre os acertos, a escalação dos 2 jovens atores, que são bons, e a proposta de dois amigos fazerem sexo sabendo que o fim do mundo está chegando. Os 15 minutos finais, reservados ao sexo, está bem filmado. Dos erros, com certeza, a narrativa longa e sem ritmo, os flashbacks, chatos, e alguns diálogos entediantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário