sexta-feira, 21 de abril de 2017

Vida

"Life", de Daniel Espinosa (2017) Os roteiristas mesclaram "Alien" e "Gravidade" e criaram esse híbrido chamado "Vida", um péssimo título que não vende o potencial do filme. Escalando ótimos atores como Jake Gylenhaal e Ryan Gosling, o cineasta sueco Daniel Spinosa não soube aproveitar o talento deles. Podia ser qualquer ator ali no papel dos dois que não faria a mínima diferença, eles estão totalmente no automático, o que é uma pena. Eu queria muito ter gostado do filme, mas o roteiro não ajuda, fazendo com que todos os personagens tomem atitudes ridículas quando em perigo. Rebecca Ferguson, atriz sueca que começou com filmes autorais e foi adentrando o universo dos blockbusters, também tenta imprimir a personalidade da Tenente Ripley de Sigourney Weaver na sua personagem, infelizmente sem sucesso. Resta abstrair a lógica e curtir os efeitos especiais e um final a la Shayamalan. Todo mundo diz que esse filme seria um prequel do vilão "Venom" da Marvel, antagonista do Homem Aranha. Será?

Nenhum comentário:

Postar um comentário