domingo, 6 de outubro de 2013

Paraíso

"Paraiso", de Mariana Chenillo (2013). Esse filme pode levar com louvor o titulo de "Filme-gracinha" do ano de 2013. Com o perdão da palavra, o filme é uma fofura só. Divertido, melancólico, o filme narra a história do casal de obesos Alfredo e Carmen, Alfredo trabalha em um banco, e é promovido. Logo, os dois se mudam de sua cidade para a capital do México. Carmen larga seu emprego e vira uma dona de casa. Porém, envergonhada de sua condição de obesa, ela se inscreve nos Vigilantes do peso. No inicio, incentivada pelo grupo, ela traz Alfredo, que aceita fazer dieta a contra-gosto. O que Carmen não poderá imaginar é que Alfredo tomasse gosto pela dieta, e acaba emagrecendo, ao contrário dela, que só engorda. Isso colocará o casamento em crise. Dirigido pela mexicana Mariana Chenillo, que realizou o ótimo "Cinco dias sem Nora", esse filme conquista de cara o espectador pelo drama de Carmen, brilhantemente interpretada por Daniela Rincón. Meiga, alegre, carismática, ela interpreta com garra a sua personagem frustrada. Alfredo Rincón entrega seu corpo para uma equipe de maquiadores, que fazem uma verdadeira transformação física nele. É impressionante. O filme proporciona momentos de muita gargalhada, mas também de dramaticidade. Afinal, não dá pra ficar rindo da desgraça alheia. A obesidade é uma doença mundial, e a cinessta trata o tema com muita propriedade e carinho. Trilha sonora impecável, recheada de canções pop. Merecia uma refilmagem nacional. Nota: 9

Nenhum comentário:

Postar um comentário