domingo, 20 de outubro de 2013

Parada em pleno curso

"Halt auf freier Strecke/Stopped on track", de Andreas Dresen (2011) Filme alemão que venceu o prêmio de melhor filme na Mostra "Un certain regard" em Cannes 2011. O filme, em registro quase documental, acompanha a descoberta de um tumor cerebral na vida de Frank, um jovem metalúrgico, casado e pai de 2 filhos. O m;edico diz que ele tem meses de vida e a partir ai, acompanhamos o seu martírio dia a dia. A dificuldade dos filhos em entender a possibilidade da morte do pai, a instabilidade emocional da esposa e o medo da morte que deixa Frank totalmente desestruturado. O filme é dirigido com competência e usa uma narrativa fria para que o espectador sinta o impacto na transformação da vida de um homem de 44 anos que entende que precisa viver o dia a dia. A perda da memória, a fraqueza física, a dificuldade de mover seu corpo, de comer, de escovar os dentes...é um filme muito sofrido, mas que ajuda a fazer a gente pensar que a morte enfim, poderia ter um tom menos macabro se tivesse um outro nome. Entender a aproximação do fim de uma etapa da nossa existência, entender como lidar com a perda do ente querido...em determinado momento, o filho diz ao pai moribundo: "Pai, posso ficar com seu Iphone?". Assim é "Stopped on a track". Nota altíssima para a atuação de Steffi Kühnert e Milen Kushel, no papel de esposa e marido. Emocionante de vibrantes. Nota: 8

Nenhum comentário:

Postar um comentário