sábado, 5 de outubro de 2013

O lobo atrás da porta

De Fernando Coimbra (2013) Livremente inspirado no caso de Neyde Maria Lopes, conhecida como "A fera da Penha", uma mulher que se tornou amante de um homem e quando descobriu que era casado e que ele não lhe dava mais atenção, resolveu sequestrar a filha dele e matá-la com um tiro na nuca e incendiá-la. Assim é esse filme de estréia do curta-metragista e que tem em Leandra Leal o seu grande ponto de interesse. Ela está milimetricamente impecável, arrazadora, construindo em cada cena um dilúvio de emoções que vão da alegria, ao tesão, ao medo, ao ódio, ao desespero e angústia. É um personagem complexo, que está no limite de ser um clichê da mulher traída, nos moldes de "Atração fatal". O filme tem uma construção de filme de suspense, auxiliado pela excelente trilha sonora e fotografia de Lula Carvalho. O elenco está correto, e é grata surpresa ver Karine Telles, do ótimo "Riscado", em papel pequeno mas maravilhoso. Outra que está excelente é Thalita Carauta, no papel de uma suburbana maluca que cruza o caminho de Rosa (Leandra Leal). Os longos planos estáticos funcionam em sua grande maioria das vezes, principalmente na cena do gira-gira e do mirante. Esses planos aliás ajudam bastante na performance dos atores, que podem gastar toda sua emoção em uma única vez, sem cortes. O filme no entanto, tem problemas de ritmo, e isso nem é culpa dos planos longos e sua narrativa. Pode ser que a estrutura de roteiro, cheio de flashbacks, tenha provocado essa lentidão no ritmo. No entanto, a performance de Leandra Leal, como ja disse, segura o filme todo, e na polêmica cena final, ela encontra o seu auge.

Nenhum comentário:

Postar um comentário