segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Zabriskie Point

"Zabriskie Point", de Michelangelo Antonioni (1970) Zabriskie Point é uma região árida dentro do Vale da Morte, no Deserto da California. E também o nome de um dos filmes mais controversos de Antonioni, o Papa do existencialismo no Cinema. Alguns filmes clássicos de Antonioni ficaram datados e envelheceram mal. "Zabriskie Point", infelizmente, é um desses filmes. Por ter um discurso favorável `a contracultura e ao Movimento Hippie, o filme ataca obstinadamente o Capitalismo, na forma de casa de luxo, eletrodomésticos e tudo o mais que for considerado consumista no America Way of life. ( inclusive o modo de vida) Co-escrito por Antonioni, Sam Sheppard e Tonino Guerra (roteirista de Fellini, Antonioni e Tarkovsky, entre outros), o filme começa apresentando um grupo de estudantes discutindo o movimento grevista, no ano de 1970. Mark, um dos estudantes, diz que não tem tempo para o tédio e decide ir `a ação: segue para uma loja de armas com um amigo e compram revolveres. Durante um embate entre estudantes grevistas e policiais na Universidade, Mark é acusado de atirar em um policial Ele foge, rouba um aero-modelo e segue pelo deserto, até esbarrar com Daria, uma jovem que estava indo encontrar com seu chefe que irá construir um condomínio de luxo em pleno deserto. Esse encontro fará com que Daria repense a sua forma de viver voltada para o capitalismo. Mesmo datado, o filme tem 3 momentos antológicos: o inicio, durante a discussão entre os estudantes: os diálogos são primoroso e tudo parece tão espontâneo, que tenho a impressão de ter sido filmado em uma discussão real. O 2o momento, é a linda cena de sexo no deserto, uma verdadeira orgia a céu aberto. E o desfecho, com todos os símbolos do capitalismo explodindo no ar. Com uma trilha sonora que inclui musicas do Pink Floyd, o filme de fato marcou época, apesar de ter sido destruído pela critica e desprezado pelo publico. A fotografia é um dos pontos altos, a cargo de Alfio Contini.

Nenhum comentário:

Postar um comentário