quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Quatro moscas sobre veludo cinza

"Q"4 mosche di velluto grigio", de Dario Argento (1971) Terceiro filme que fecha a trilogia dos bichos do Mestre do terror Dario Argento. Realizado em 1971, mesmo ano de "O gato de nove caudas", o filme tem trilha sonora de Ennio Morricone, conectado com a música psicodélica da época. Um músico de uma banda de rock está sendo perseguido por um homem e o acaba matando acidentalmente. Um serial killer testemunha o crime e passa a chantagear o músico. Todos em sua volta acabam sendo assassinados, e o músico precisa descobrir urgente a identidade do assassino antes que mate mais gente. O mais fraco da trilogia, com uma trama fraca e ritmo lento, ainda assim o filme reserva algumas boas cenas estilizadas ao gosto de Argento, como na cena de um assassinato onde a vítima cai de uma escada, ou a cena final, de uma batida de carro. Uma cena de crime em um parque é bizarra, pois começa de dia e do nada a cena escurece. O elenco também é fraco e exagerado nas performances. O mais divertido da trama é quando um policial diz ser possível fotografar a retina da vítima, afirmando que a imagem do assassino estará congelado ali, sendo possível a sua identificação. Muito bom! hahaaAliás o disfarce do assassino, uma máscara de um boneco infantil, pode ter sido referência para a série "Jogos mortais" e o Jigsaw, tal a semelhança. Nota: 6

Nenhum comentário:

Postar um comentário