quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

I Saw The Devil


Akmareul Boatda (2010)

Policial de suspense sul coreano, dirigido por Ji-Woon Kim.
O filme narra a história de Kim, um agente de polícia que tem a esposa assassinada por um serial killer. Ele jura vingança, e que fará o assassino sofrer muito mais do que sofreu sua esposa. Ele conta com a ajuda de seu sogro, um detetive aposentado. O assassino (Min Sik Choi, protagonista de "Oldboy") tem como alvo mulheres jovens. Kim consegue descobrir o paradeiro do assassino, mas ao invés de matá-lo, injeta em seu corpo um gps. Dessa forma, ele consegue ir atrás do assassino, lhe dar várias surras, e soltá-lo de novo. Até que o assassino consegue retirar o gpss, e a caçada recomeça.
Ótimo thriller, com roteiro que remete a vários filmes de serial killer, entre eles, " Silêncio dos Inocentes", " Seven" e o recente e excelente sul coreano " O caçador".
A interpretação dos atores é magistral, com destaque para Min Sik Choi, no papel do assassino. Curioso que ele foi o anti-herói em " Oldboy", e aqui, ele faz uma inversão de personalidade, mostrando saber interpretar várias facetas distintas. Impossível não sentir ódio pelo seu personagem: frio, calculista, arrogante, obsceno.
O roteiro faz um paralelo entre a vingança de Kim e sua obsessão em caçar o assassino, e com o próprio assassino, obcecado em novas vítimas. Matar para ele é algo impulsivo, e incontrolável. A violência é de ambas as partes. O filme dosa altas cenas de tensão, com ação e drama. A violência , como não poderia deixar de ser nas produções sul-coreanas, é gráfica e abusa do gore. Existe um certo sadismo nos filmes orientais em querer mostrar doses cavalares de violência, e principalmente contra a mulher. Incomoda esse misoginismo, a forma como a mulher é retratada no filme. Sempre submissa, sem voz. É um filme essencialmente masculino.
Muitas passagens do filme me deixaram profundamente irritado, justamente por esse pouco valor ao ser humano. Mas a história é essa, e é muito bem contada, apesar de alguns momentos de inverossimilhança, apenas para deixar a história fluir ( por ex, as cenas quando o assassino invade uma clinica e uma farmácia). A direção é ótima, criando altos climas de suspense. O filme é longo, tem 141 minutos, e poderia perfeitamente ter uns 20 minutos a menos.
A produção concorreu no festival de Sundance em 2011.

Nota: 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário