quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Operação Big Hero

"Big Hero 6", de Chris Willians e Don Hall (2014) Levei tempo para assistir a esse " Big Hero 6", talvez por preguiça mesmo. O tema e os sub-plots me lembravam demais " Como treinar o seu dragão". Mas com o Oscar de animação vencido em 2015, resolvi arriscar. Junção das forças da Disney com a Marvel, e' um início de uma franquia sobre super heróis para a garotada. Na cidade de Sanfrokyo ( junção de São Francisco e Tokyo, as culturas e etnias se misturam pacificamente. O menino Hiro é um criador de robôs para lutas. Ele e seu irmão Tadashi são órfaos e moram com a tia. Um dia, após um acidente, Hiro herda um robô de bom coração (Baymax) . Junto de seus amigos, Hiro junta forças e dá um upgrade em Baymax para que, todos juntos, acabem com um violão responsável pela travessia que destruiu a vida de Hiro. Curioso que o nome Hiro seja semelhante ao inglês Heroe, e é isso o que o menino deseja ser. Boa direção, apesar da primeira parte do filme demorar muito para acontecer e quase me afugentar da história. Mas lá pelo meio ele cresce e vira o típico filme Disney sobre redenção e transformação. Tecnicamente perfeito, e o desfecho é emocionante. Não é original, mas garante uma boa sessão da tarde. Nota: 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário