segunda-feira, 12 de outubro de 2015

O clã

"El clan", de Pablo Trapero (2015) Vencedor do Prêmio de Direção em Veneza 2015, o argentino Pablo Trapero, realizador dos excelentes "Carancho", "Elefante branco"e "Leonera", se apropria da história real da família de Arquímedes Puccio para narrar um drama tenso sobre lealdade e possessividade. Arquímedes Puccio era um Agente de informação da época da ditadura, habilitado em sequestrar pessoas consideradas nocivas à sociedade. Com o fim do regime ditatorial, Arquimedes resolveu continuar a ação dos sequestros, sendo que dessa vez, pedindo resgate e ao final do pagamento, matar suas vítimas. Para isso, ele tem como cúmplices os seus filhos, entre eles, Alejandro, um jogador de futebol promissor. Como sempre, Trapero é muito habilidoso com o uso da câmera, em cenas de tirar o fôlego, principalmente a magistral cena final. O elenco, formidável, está excelente, com destaque para Guillermo Francella, no papel de Arquimedes ( a caracterização dele está incrível) e Peter Lanzani, no papel do conflituoso filho Alejandro. Toda a reconstituição de época, a trilha sonora, figurinos, evocam com precisão os anos 80, se assemelhando ao requinte visual e à narrativa de "Zodíaco", de David Fincher. Nota: 8

Nenhum comentário:

Postar um comentário