domingo, 22 de setembro de 2013

As acácias

"Las acacias", de Pablo Giorgelli (2011) Filme de estréia do cineasta argentino Pablo Giorgelli, ganhou em 2001 o Prêmio "Camera D'or" em Cannes. Fico imaginando uma versão brasileira desse filme, e só me vem a cabeça dois atores: João Miguel e Hermila Guedes. Aliás, durante toda a exibição do filme, me vinham 2 filmes nacionais: "A beira do caminho"e "Cinema, aspirinas e urubus". Não por acaso, os dois filmes com João Miguel. Em Assunção, Paraguai, Ruben, um caminhoneiro, transporta madeira de Assunção para Buenos Aires. Em uma dessas viagens, seu patrão pede que ele leve uma mulher até Buenos Aires. Porém, ao pegar a moça num posto de gasolina, ele vê que ela transporta um bebê de 8 meses. Incomodado de início e com cara de poucos amigos, Ruben vai durante a viagem se afeiçoando à jovem e ao seu filho. Como é bom ver um filme onde a gente veja interpretações magníficas. German da Silva e Hebe Duarte conferem duas performances extraordinárias. Em sua maioria, as cenas são silenciosas, baseadas apenas em olhares. Os diálogos são muito poucos, é um filme de olhares e atmosfera. O bebezinho também é sensacional. Deve ter sido um filme de difícil realização: em sua grande parte, é um road movie, ambientando dentro da carroceria do caminhão. E ainda mais com um bebê, essa tarefa se torna ainda pior. Mas é um filme muito bonito. Lento, poético, quase em tempo real, é um brinde para cinéfilos atentos a projetos que sabem que com um mínimo de roteiro decente e com ótimos atores, difícil um filme ficar ruim ou apático. Esse aqui me trouxe muita emoção e melhor, com um tempo justo para um filme desse porte: menos de 80 minutos. O ator argentino Ricardo Darin encontrou em German da Silva um adversário do mesmo nével dele. Nota: 8

Um comentário:

  1. Gostei muito desse filme também, e o meu estilo de filme !

    ResponderExcluir