sábado, 14 de outubro de 2017

O formidável

“Le Redoubtable”, de Michel Hazanavicious (2017) Concorrendo em Cannes 2017, o Cineasta Michel Hazanavicious ( de “ O artista”), adapta a biografia da atriz Anne Wiazensky, protagonista do filme “ A chinesa” e que se casou com Godard aos 19 anos de idade. O filme narra a relação complexa da jovem atriz idealista e o perturbado e complexo Godard, apresentado como uma pessoa cruel, machista, possessiva, ciumenta e extremamente arrogante. Louis Garrel dá vida de forma brilhante a Godard. O seu look blasé se encaixa perfeitamente na alma e corpo do Cineasta que inventou a Nouvelle Vague. Tem uma cena antológica, aonde Garrel e Stacy Martin ( de "Ninfomaníaca"), no papel de Anne, fiam totalmente nus, questionando essa onda de cineastas que ficam colocando atores nus em cena. Assim como nos filmes de Godard, o filme brinca o tempo todo com a metalinguagem, com a quebra da narrativa. Hazanavicious se utiliza de vários filmes famosos de Godard, e trechos dos filmes, e os reproduz sem cerimoniais aqui. Não sei o que o verdadeiro Godard falou sobre a persona dele no filme. Li numa matéria que o filme não foi bem de bilheteria na Franca, pois muita gente achou que se tratava de um filme de Godard.

Nenhum comentário:

Postar um comentário