terça-feira, 30 de julho de 2013

Pão da felicidade

"Bread of happiness/Shiawase no pan", de Yukiko Mishima (2012) Esse filme é totalmente desaconselhável para pessoas que odeiam excesso de bondade, altruismo, boas ações e demonstração de afeto para o próximo. Narrado em tom de fábula, tem uma relação muito forte com o filme "Chocolate". Além da narração meio conto de fadas, em estilo "Era uma vez..", o filme tem como tema a gastronomia como terapia para resolver problemas de infelicidade. Rie é uma jovem que desde criança tem fixação pelo livro "Mani e a lua". Assim como no livro, ela busca a cara-metade que preencha seu vazio emocional. Ela abre um café numa cidade litorânea e bucólica, junto de seu marido, mas ela é incapaz de demonstrar felicidade com ele. Juntos, eles atendem clientes e os hospedam na sua pousada. O filme acompanha 3 histórias que têm como foco a perda. através da comida e da demonstração de afeto, as histórias de infelicidade vão se resolvendo. O filme é tão fofo e encantador que parece uma produção da Disney no Japão. Nào existe maldade nesse Universo, tudo é colorido, florido, belamente fotografado e a trilha sonora colabora para essa visão de um mundo onírico. Soltei algumas lágrimas, mas o filme te força a isso, porquê o tom é sempre de tristeza e melancolia. Não dá para levar o filme a sério, realisticamente, senão a gente ficará se perguntando o tempo todo: esse casal só faz fazer comida o dia todo? E cadê essa clientela toda para consumir tanta comida? Eles limpam tudo sozinhos? De onde arranjam dinheiro? Com tantos questionamentos, melhor se entregar e se deixar levar pela historia cativante. Nota: 8

Um comentário:

  1. acabei de assistir. Sua sinopse me pareceu perfeita. O filme é delicado e muito belo. Tudo que necessitamos para alimentar a alma em dias duros.

    ResponderExcluir