sexta-feira, 24 de junho de 2011

Potiche- Esposa troféu


"Potiche", de François Ozon (2011)

1977. Suzanne Pujol (Catherine Deneuve) é uma dona de casa, sem opinião própria, que vive com seu marido, Robert (Fabrice Luchini) presidente de uma fábrica que produz guarda-chuvas. Seu pai foi o fundador da empresa, e Suzanne é mãe de 2 filhos, Joelle e Laurent, ambos adultos e indecisos em suas vidas. Suzanne vive sob as ordens do marido, que a subjulga e a impede de ter qualquer tipo de opinião formada. Até que um dia Robert adoece por conta de uma greve de seus funionários, e Suzanne assume a empresa. Ela pede ajuda ao deputado Maurice (Gerard Depardieu) e para surpresa de todos, a empresa cresce de produção e sua presidência é um sucesso.
Deliciosa comédia de François Ozon, um apaixonado por musicais, teatro, cafonice e muito, muito colorido. A direção de arte é uma viadagem só, e as interpretações, afetadas e divertidas. Tão bom ver Deneuve e Depardieu em cena, juntos. Uma cena antológica: os dois dançando numa boite, ao som de disco music. Todo o elenco de apoio está ótimo, e o filme, mesmo perdendo o ritmo em alguns momentos, mantém um cherme deliciosamente kitsch. O filme também é uma metalinguagem, homenageando Deneuve e o filme " Os guarda-chuvas do amor".

Nota: 8

Nenhum comentário:

Postar um comentário