sexta-feira, 1 de abril de 2011

Os Olhos de Julia


" Los Ojos de Julia", de Guillem Morales (2010)

Julia é uma mulher que sofre de uma doença degenativa, assim como sua irmã gêmea. Em momentos de stress, ela perde parte de sua visão, e ao acúmulo de tensão pode levá-la a cegueira.
Sua irmã é encontrada morta, e o laudo é suicídio. Porém, Julia não acredita nessa hipótese, e decide por conta própria investigar a morte dela, contra a vontade de seu marido. Situações misteriosas e a descoberta de uma pessoa que a persegue a deixam appavorada, ao mesmo tempo que a doença segue seu curso.
Suspense produzido por Guilherme Del Toro, " Os olhos de Julia" é protagonizado por Belén Rueda, que já havia trabalhado em outro suspense produzido por Del Toro, " O Orfanato". O roteiro mantém um clima de suspense constante, mas derrapa várias vezes ao criar falsas pistas, muitas delas inverossímeis. A resolução também é meio estapafúrdia, deixando aquela sensação de frustração. Mal explicada, com um assassino óbvio demais.
Os atores secundários estão bem, apesar da caricatura de alguns tipos, e o diretor Guillem Morales cria bons momentos climáticos. A fotografia é bonita, previlegiando a luz escura e sombras, e usando vários chavões do filme de terror: noite de tempestade, sótão, o uso do flash como elemento dramático.
Vale como passatempo, ainda mais sendo uma produção espanhola produzida por Del Toro. Mas fica aquém da possibilidade de um País que já nos trouxe " Rec", " O orfanato", " Os outros".

Nota: 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário