sexta-feira, 15 de abril de 2011

A Criada


" La nana", de Sebastien Silva (2009)

Raquel (Catalina Saavedra) é uma empregada que trabalha a mais de 20 anos na casa da família abastada do Chile. Nesse período, Raquel exerceu sua função de forma exemplar, praticamente uma escrava, servilmente. Rege os filhos do casal de forma severa, e o filho adolescente tem uma tensão sexual na figura de Raquel. O casal, sentindo o stress que envolve raquel, resolve chamar outra empregada para ajudá-la nos serviços da casa. Mas Raquel reage mal a essa invasão de seu espaço, e destrata violentamente a empregada. Até que surge outra empregada, que não se mostra abalada ante as investidas pesadas de Raquel.
Excelente drama psicológico, com performances extraordinárias do elenco, com destaque total para Catalina Saavedra. Uma metáfora sobre a condição social e política do Chile do período da ditadura. Uma produção baixo orçamento, que ganhou vários prêmios em Sundance 2009, inclusive melhor atriz e melhor filme. Uma prova de que um bom filme se faz com bom roteiro e com ótimos atores, e independe de orçamento.

Nota: 9

Nenhum comentário:

Postar um comentário