domingo, 25 de março de 2018

O último terno

"El último traje", de Pablo Solarz (2017) Comovente melodrama argentino, escrito e dirigido por Pablo Solarz, roteirista da comédia de sucesso "Um namorado para a minha mulher". Com pitadas de humor, o filme tem como protagonista Abraham Bursztein (formidável), um idoso de 88 anos, que fugiu da Polônia durante a 2a guerra e se refugiou em Buenos Aires. Ranzinza e com péssimo relacionamento com suas filhas e netos, que vendem sua casa e querem colocá-lo em um asilo, Abraham foge para a Europa, com uma missão: reencontrar Piotrek, um amigo de adolescência a quem ele prometeu retornar. Um road movie típico, com os tradicionais personagens que cruzam o caminho de Abraham para ajudá-lo em sua empreitada, o filme vai retornando em flashbacks para contar o que ocorreu na adolescência de Abraham na Policia da 2a Guerra mundial. Com um excelente elenco de apoio, o filme exagera no melodrama, mas quem gosta de sentimentalismo, vai adorar. Bela direção, lindas locações. fotografia melancólica e um desfecho de arrancar lágrimas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário