sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Riscado


de Gustavo Pizzi (2011)

Bianca (Karine Teles) sonha em ser atriz reconhecida pelo seu trabalho, Porem, lhe falta oportunidades profissionais. Para se manter, ela trabalha em eventos: canta parabéns, faz apresentações vestida de Carmen Miranda, Marylin Monroe, etc, nas ruas, em inaugurações de lojas e outras atividades. Um dia, Bianca vai fazer um teste para um filme. Para sua surpresa, ela passa no teste. Ela repensa sua vida, e se desfaz de várias coisas, contando com o trabalho certo. Até que o assistente do Diretor lhe avisa que ela não fará mais o filme.
Produzido, dirigido e escrito em parceria com sua esposa, a atriz Karine Teles, Gustavo Pizzi usa da criatividade para bancar a falta de dinheiro da produção. Nitidamente mambembe, o filme carece de uma fotografia e técnica melhores. Mas isso não impede que o espectador se deixe emocionar pela tragetória triste e melancólica da protagonista. Inspirado em um fato real que aconteceu com Karine, ela reescreve tudo com humor e sem nenhum pingo de rancor. O filme em questão é " Rio Sex Comedy", do americano radicado no Brasil Jonathan Nossiter. É curioso enxergar o dia a dia infeliz da protagonista, às voltas com alugueis atrasados e diretores sedutores. Karine é o grand etrunfo do filme, e por ela, o filme merece ser visto. Ela ganhou em 2010 o prêmio de melhor atriz no Festival do Rio.

Nota: 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário