quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Missão madrinha de casamento


" Bridesmaids", de Paul Feig (2011)

Annie (Kristen Wiig) mora em Milwakee. Ela é solteira, e divide o apartamento com um casal de irmãos bizarros. Ela já teve uma confeitaria, mas fracassou: perdeu a loja, o marido foi embora e isso fez dela uma looser. Atualmente ela trabalha em uma joelheria especializada em vender jóias para futuros noivos. Annie vive infeliz. Lillian (Maya Rudolph), sua melhor amiga, vai se casar com um ricaço, e convida Annie para ser sua madrinha. Lillian faz uma pequena festa para apresentação das outras madrinhas, e daí, Annie conhece Hellen, uma milionária. Annie e Hellen logo se tornma rivais: ambas querem chamar atenção para o casamento, proporcionado a Lillian a melhor festa de casamento. Hellen oferece tudo o que o dinheiro pode comprar. Para Annine, resta a sua verdadeira amizade e honestidade.
Divertida comédia, claramente inspirada em " Se beber, não case". Essa versão feminina, escrita pela atriz Kristen Wiig, de certa forma é mais melancólica e dramática que o filme referenciado. Porém, não poderia deixar de ter as inúmeras cenas de pastelão e escatológicas, que é o que faz sucesso nesse tipo de filme. O time de atrizes é excelente, todas hilárias e com ótimo timing para comédia. Eu não conhecia Kristen Wiig, e fiquei supreso com a sua desenvoltura e carisma. Maya Rudolph é habitueé de filmes independentes, e eu adoro muito. O último filme que vi dela foi " Distante nós vamos", do Sam Mendes. A cena de Lillian, com o vestido de noiva, cagando na rua pública é antológica. E o final é uma apoteose. Hilário.
O único porém do filme é que ele é longo demais, 125 minutos. Meia hora a menos faria a felicidade dos espectadores.

Nota: 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário