sexta-feira, 16 de setembro de 2011

180 o


de Eduardo Vaisman (2011)

Ana (Malu Galli) é uma editora de sucesso. Ela está namorando Bernardo (Felipe Abib) , um escritor de sucesso, que escreveu um único livro que se transformou em best-seller. O casal resolve passar o fim de semana visitando Russel (Eduardo Moskovis), ex-namorado de Ana, que vive em uma fazenda, tocando as plantações de laranja da família. Aos poucos, a história volta no tempo, e decsobrimos que os 3 eram jornalistas, porém cada um seguiu um caminho que definou o destino deles. Bernardo começa a receber ameaças do dono da caderneta que ele encontrou por um acaso num bar, e de onde tirou inspiração para escrever o livro.
Drama intimista, praticamente levado pelos 3 protagonistas. A fotografia é bonita, em tons escuros, criando um clima noir. A trilha sonora é pavorosa, cafona, e me incomodou bastante. A montagem vai e volta no tempo, deixando o espectador em constante suspense para saber aonde a história quer chegar. E aos poucos, vamos descobrindo informações sobre os personagens. Na verdade, a resolução da história é bem previsível, não traz suspresas. Talvez o desfecho abrupto do filme é que incomode a alguns, pois deixa em aberto o destino dos personagens. O filme ganhou os prêmios de Direçao e de roteiro no Festival de Miami em 2011. Eduardo Moskovis, Malu Galli e Felipe Abib conferem boas interpretações, mas eu particularmente não entrei muito na história do filme, me pareceu forçado.

Nota: 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário