quarta-feira, 4 de abril de 2018

Parting glances: Olhares de despedida

"Parting glances", de Bill Sherwood (1986) Cult do Cinema independente americano Lgbts, "Olhares de despedida" é considerado o 1o filme a tratar do tema da Aids, em pleno auge do surgimento do vírus. Rodado em 1984, o filme foi lançado em 186, 3 anos antes de "Meu querido companheiro", considerado o grande filme sobre portadores de Hiv e suas consequências. O cineasta e roteirista Bill Sherwood viria a falecer da doença em 1990. O filme é um retrato dramático e `as vezes humorado de jovens cidadoas nova iorquinos: gays, bissexuais, simpatizantes. O casal gay Michael e Robert moram juntos e aparentemente felizes. No entanto, Michael foi transferido para passar 2 anos na Africa. O filme acompanha 2 dias na vida do casal, e as suas relações com amigos e com Nick, ex-namorado de Robert. Nick (interpretado por um jovem Steve Buscemi), é soropositivo, e acredita que irá morrer em breve. Robert ainda sente carinho por ele, o que provoca ciúmes em Michael. O filme tem um roteiro simples, que privilegia pequenos fatos na vida das pessoas. Rodado de forma totalmente independente, o que significa falhas técnicas na fotografia e edição, o filme ganhou um prêmio especial no Festival de Sundance. Para quem curte um cinema naturalista como o de John Cassavettes, vai curtir bastante esse filme, que se dá ao direito de brincar com o lúdico e a magia e algumas cenas principalmente, as de devaneios de Nick. Um grande documento histórico de uma época, é um filme importante, mesmo que não seja brilhante em sua execução. Trilha sonora ao som de Jimmy Sommerville, na época, do duo "Bronski Beat".

Nenhum comentário:

Postar um comentário