quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

The Post- A guerra secreta

"The Post", de Steven Spielberg (2017) Impressionante o domínio da técnica da linguagem cinematográfica de Spielberg. Ele consegue, como poucos, transformar um tema árido e totalmente verborrágico sobre jornalistas e editores `as voltas com a liberdade de imprensa, e transformar em um eficiente thrller politico. Spielberg homenageia um dos grandes clássicos sobre o assunto, "Todos os homens do presidente", de Alan J. Pakula, inclusive em seu desfecho apoteótico. Dramatizando a história real ocorrida em 1971, quando o Presidente Nixon tentou embarreirar a imprensa por terem tido acesso a documentos do Governo que deixavam clara a desastrosa participação dos Estados Unidos no Vietnã, o filme tem também outro tema atual levado por Spielbeg e personificado por uma brilhante Meryl Streep: a luta e a idealização profissional de uma Mulher em um Mundo corporativo dominado por homens. Kay Graham (Streep), dona do The Washington Post, passeia por ambientes onde as mulheres ou são donas de casa ou secretarias. Ben Bradlee (Tom Hanks) é o Diretor do Jornal, que luta pelo direito de divulgar para o público os documentos a que tiveram acesso. As cenas de embate entre Streep e Hanks são formidáveis, verdadeira aula de atuação. Um filme obrigatório para um publico que esteja a fim de pensar e refletir, não é um passatempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário