segunda-feira, 13 de julho de 2015

Uma nova amiga

"Une nouvelle amie", de François Ozon (2014) O Cineasta francês François Ozon é um dos poucos cineastas que filmam uma quantidade grande de filmes, pelo menos 1 por ano. Tantos filmes provocam uma demanda de filmes que variam em qualidade. Entre seus melhores trabalhos, figuram "Amor em cinco tempos", " 8 mulheres", "Águas em pedras escaldantes" e "Dentro da casa", talvez sua grande obra-prima. "Uma nova amiga" está entre os filmes medianos. O seu tema, o "Cross dresser", está bem próximo do filme de Xavier Dolan, "Lawrence anyways". Em ambos os filmes o protagonista , casado com uma mulher, descobre a sua obsessão em se vestir de mulher, porém sem nenhum vestígio de traços homossexuais. Ele continua gostando de mulher. O filme começa com um prólogo da amizade entre duas meninas, Laura e Claire (Anaïs Demoustier), desde a infância até a fase adulta. Ambas se casa, com seus respectivos maridos. Laura tem uma filha, mas logo vem a falecer de doença terminal. Antes de Laura morrer, Claire prometeu cuidar da filha e do marido dela, David (Romain Duris). Para surpresa de Claire, ela descobre que David é um cross dresser, cuja porção feminina se chama Virginia. Assustada de in;icio, logo as duas se tornarão grandes amigas. Variando entre o drama e uma pequena dose de humor, o filme tem todas as indicações estéticas e formais de Ozon: a bela fotografia estilizada, trilha sonora pop, e muita afetação e glamour no visual. Direção elegante como sempre, mas dessa vez o roteiro deixou a desejar. Em alguns momentos, chega a ficar quase pastelão os quiprocós provocados por Virginia. Como uma boa comédia de erros, o filme procura provocar risos no espectador. Mais fácil querer comovê-lo nessa história louca e destemparada. Tem horas que observei o desejo de Ozon de fazer um "Um corpo que cai" de Hicthcock, a obsessão de querer substituir uma morta por uma pessoa igual. Ponto para Romain Duris que tenta a todo custo dar dignidade a um personagem complexo. Anaïs Demoustier, de "Pessoas pássaro" , confere beleza e drama a uma personagem conflituosa. Algumas cenas bem cult, como a do passeio delas pelo shopping para fazer compras, fazem valer a pena ver o filme. Nota: 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário