quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Perfeita para você

"Irreplaceable You", de Stephanie Laing (2018) Drama romântico, "Perfeita para você" vai na esteira de clássicos lacrimogéneos sobre parceiros que contraem doenças terminais e no final todo mundo cai em prantos, como Love story" e " Tudo por amor", ou "A culpa é das estrelas". O problema de "Perfeita para você" é que faltou injetar mais emoção e fazer a gente chorar, o que é o propósito desse filme. ele aposta em momentos graciosos, com humor, e acaba que fica tudo elas por elas. O filme já começa apresentando o túmulo de Abbie (Gugu Mbatha-Raw). De cara já entendemos que ela morreu. O espírito dela narra o filme, e retrocedemos no tempo. O filme começa quando Abbie e Sam (Michiel Huisman, de "Game of thrones") se conhecem na escola, aos 8 anos de idade. Dali em diante, foi amor `a primeira vista. Já adultos, morando juntos, o casal aguarda a ultrassonografia para avaliar a gravidez de Abbie. e descobrem a terrível verdade: Abbie está com câncer terminal. Temerosa de deixar Sam sozinho, Abbie procura uma parceria ideal para ele. Sem ritmo, o filme se arrasta em momentos que tentam buscar a simpatia do espectador, repleto de personagens fofos. Christopher Walken, como um dos pacientes que fazem amizade com Abbie, e tantos outros ajudam a trazer o espectador para a história, mas infelizmente ela é muito óbvia e sem surpresas. O casal principal até tem uma química, mas a construção dos personagens não foi de todo satisfatória. Faltou um carisma maior. Faltou alma, em um filme de narrativa flat.

Nenhum comentário:

Postar um comentário