sábado, 24 de fevereiro de 2018

Pele fria

"Cold skin", de Xavier Gens (2017) Co-produção Espanha/França, dirigida pelo francês Xavier Gens, "Pele fria" é baseado em novela best seller de Albert Sánchez Piñol. A história gira em torno de um irlandês (David Oakes), que descontente com os rumos da humanidade durante a 1a Guerra mundial, aceita o trabalho para trabalhar em uma ilha remota na Irlanda, tendo como companheiro Gruner, o faroleiro do local. Somente daqui há 1 ano um barco virá buscar o homem. O que ele não imaginava, é que na ilha habitam estranhas criaturas marinhas, que ameaçam a ele e a Gruner. O filme é uma metáfora sobre a ameaça que nos rodeia intermitentemente, e mesmo que os supostos inimigos sejam pacíficos, o Homem não consegue enxergar essa bondade, por conta de sua natureza violenta. Bem dirigido e com boa maquiagem e caracterização dos seres marinhos, o filme tem uma história curiosa e bons atores. Tecnicamente (fotografia, trilha sonora) seguram a atenção do espectador, mesmo achando que o filme tenha uns 15 minutos a mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário