sábado, 28 de maio de 2016

À sombra de uma mulher

"L'ombre des femmes", de Philipe Garrel (2015) Delicioso drama minimalista de um dos Cineastas mais low profile da França, Philipe Garrel, que por aqui ainda é mais famoso por ser pai do galã Louis Garrel, que narra em of as desventuras de Pierre, Manon e Elisabeth. Pierre é um documentarista que mora com Manon. Apaixonados, o casal ainda trabalha junto: Manon o ajuda na edição do filme. Um dia, Pierre conhece Elisabeth, estagiária mais jovem na cinemateca onde trabalham. Logo se tornam amantes. Pierre conta a verdade para ela e diz que é casado. Elisabeth, enciumada, espiona a vida do casal. Até que descobre que Manon também tem um amante. O grande tema em "À sombra de uma mulher", além da infidelidade, é a mentira. Tanto na história do trio amoroso, quanto nos depoimentos do homem que é entrevistado por Pierre em seu documentário. Com ótima atuação do elenco, o filme tem uma bela fotografia em preto e branco. A narrativa lembra bastante os filmes independentes americanos, tipo os filmes de Noah Baumbach, e quem sabe, até o Woody Allen dos anos 70. Não é tão divertido quanto o filme anterior de Philipe Garrel, "O ciúme", mas é boa diversão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário